Como fazer contatos profissionais no ambiente universitário

Postado por Agatha Moreira em 30/abr/2018
thumb image

Sobrevivendo na Faculdade

[ssba-buttons]

O networking ou rede de contatos profissionais é uma parte importantíssima da construção de uma carreira de sucesso. É por meio dele que o profissional tem acesso a processos seletivos, indicações para vagas e fica sabendo de diversas novidades da sua área.

E quanto mais cedo você começar a construir essa rede, melhor! A graduação é um período que você entra em contatos com diversas pessoas que possuem um grande potencial de fazer parte de um networking sólido, baseado em relacionamentos verdadeiros.

Muito além da sala de aula, a faculdade tem outros ambientes que podem ser explorados, como os projetos de extensão, a iniciação científica, a Atlética, palestras, eventos, empresas júnior, enfim, um universo completo de relacionamentos e oportunidades.

Quer saber como aproveitar melhor esse importante período e fazer contatos profissionais no ambiente universitário da melhor forma? Continue a leitura e confira nossas dicas!

Participe de palestras e eventos

Fique atento aos e-mails da faculdade e aos murais de aviso: sempre tem algum evento acontecendo e esses ambientes são os mais propícios para criar novas relações e conhecer pessoas relevantes para sua carreira.

Palestras, seminários acadêmicos, workshops e cursos: eles têm tanto o objetivo de te colocar em contato com novas práticas e aumentar seu conhecimento, quanto de criar relações com outros participantes, palestrantes, organizadores e tutores, que provavelmente já são profissionais referência em sua área.

Participe de maneira coerente, com perguntas relevantes, demonstre interesse e se envolva no evento. Assim, você reforça o seu branding pessoal de um profissional interessado, o que certamente chamará atenção de quem é relevante.

Faça parte de projetos de extensão

Muitas universidades desenvolvem projetos que são uma ótima maneira de descobrir novas habilidades, se aprofundar em sua área de atuação e, é claro, fazer novos contatos com professores e alunos.

Monitorias, extensão, pesquisa e laboratório são algumas das opções. Cabe a você escolher a que mais se alinha com seus interesses na área e objetivos profissionais a médio e longo prazo.

É importante reforçar que, além de se inscrever para esses projetos, você deve se envolver verdadeiramente, fazendo contribuições relevantes, sendo responsável e mostrando-se solícito para os orientadores e colegas.

Construa um bom relacionamento com professores e colegas

Pouco adianta estar em todos os eventos e se envolver em mil projetos se você não tem uma boa convivência com as pessoas no dia a dia. O networking é muito baseado nas relações que você constrói e em como você é visto por quem trabalha na sua área.

Professores e colegas também são profissionais que atuam ou vão atuar no mercado. Portanto, participe das aulas de maneira positiva, cumpra suas atividades nos trabalhos em grupo, entregue tarefas em dia e desenvolva uma relação amistosa e respeitosa com todos na sala de aula. Sua postura dará frutos no futuro com esses contatos profissionais no ambiente universitário.

Converse com profissionais referência

É comum a visita de profissionais referência em palestras, aulas, feiras profissionais e outros eventos da sua faculdade. Não tenha medo e aproveite esses momentos para realizar uma abordagem educada.

Essa é uma ótima chance para aprender mais sobre o mercado, manifestar sua admiração e aproveitar para incluir esse profissional em sua rede de contatos. Com consciência e respeito aos limites do outro, você deixa sua marca e cria um relacionamento com alguém que já é relevante na sua área de atuação.

Procure também saber quem são os principais profissionais do mercado no qual você quer se inserir. Acompanhe suas conquistas pelas redes sociais e não deixe de estudar suas trajetórias. Assim, você já saber os próximos passos que você deve trilhar em sua carreira.

Colabore com projetos e associações de alunos

Além das iniciativas organizadas pela universidade, como projetos de extensão e iniciação científica, é importante participar também do que é promovido de maneira independente pelos alunos.

Aqui estamos falando, por exemplo, das empresas júnior. Elas contam muito para o currículo e são uma ótima maneira de começar a carreira. Participar de uma Atlética também traz vários benefícios para sua formação. Essas associações de alunos, além de incentivarem a prática de esportes, ensinam muito sobre gestão, trabalho em equipe, marketing e outras habilidades fundamentais para um bom desempenho profissional.

Por meio dessas iniciativas você enriquece o seu currículo — mostrando para o mercado que você não gosta de ficar parado —, constrói laços com os outros integrantes dessas associações e aprende muito, tanto práticas profissionais e gestão de tempo, quanto sobre você mesmo.

Fazer contatos profissionais no ambiente universitário não é um bicho de sete cabeças! Pelo contrário: é justamente nessa fase que as chances são maiores de se construir um bom networking. 

O segredo é não forçar e nem ser invasivo, além de se mostrar relevante e prestativo para seus contatos. Assim você baseia sua rede em relacionamentos verdadeiros, garantindo um networking realmente sólido e com boas chances de alavancar a sua carreira.

Gostou das dicas? Continue a acompanhar nossos conteúdos! Siga nossas redes sociais: estamos no Facebook, Instagram e YouTube.

[ssba-buttons]

4 thoughts on “Como fazer contatos profissionais no ambiente universitário”

Comentar o Artigo

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *