Como a Atlética pode formar ótimos profissionais

Postado por Agatha Moreira em 31/jul/2020
thumb image

Gestão de Atléticas

Já falamos em diversos conteúdos aqui no blog sobre a importância de fazer parte de uma Atlética para a vida pessoal e profissional e que não é apenas FESTA como todo mundo pensa. 

 

Por isso, convidados o Mikhael Nakad, ex-diretor da Atlética de Administração da Unesp, com vastas experiências em Ligas Universitárias, Sócio fundador da Usina Universitária, para falar sobre como a Atlética o ajudou a ser um profissional melhor.

 

  • Primeiro contato com a Atlética

  • Principais aprendizados

  • Pontos positivos e negativos 

  • Habilidades adquiridas

  • Benefícios de fazer parte de uma entidade acadêmica

  • Conselho do mestre

 

1- Primeiro contato com a Atlética

 

O primeiro contato que Mikhael teve com Atlética foi através dos colegas da república, assim que entrou no curso de Administração da faculdade UNESP. Ele sempre gostou muito de esportes e até ressalta que não era tão bom tecnicamente falando, mas percebeu que participar da AA abriria outras portas além do esporte, como possibilidade de fazer network e demais interações.

 

Desde ele que entrou para Atlética passou a participar de todos os eventos universitários possíveis (do jeito que a gente gosta hahaha).

 

Mikhael gostou tanto, mais tanto de eventos universitários que ele não quis mais sair desse ramo e  assim que se formou na faculdade abriu a Usina Universitária e hoje conta com mais de 10 anos de mercado e experiência nesse segmento. Já participou de mais de 100 jogos e eventos universitários, seja indo para curtir, como para produzir.

 

E falando em produzir, ele já fez grandes eventos como o Interunesp, JUCA, Jogos Jurídicos e etc..

 

2- Principais aprendizados

 

Mikhael gosta de frisar que os aprendizados que ele teve na Atlética também se estende a quem participa de outros tipos de entidades acadêmicas.

 

Ele conta que os principais aprendizados foram:

  • Acostumar a resolver problemas e ser resiliente;

  • Criar casca para lidar com responsabilidades, opiniões, diversidades

  • Aprende a ouvir mais e ouvir ajuda a chegar a conclusões mais abrangentes e sensatas

  • Se virar com a ausência de recursos (financeiros, logístico, etc)

 

Sem contar o tanto que aprende sobre gestão de pessoas e principalmente liderança.

 

Inclusive, Mikhael acrescenta sobre a importância de ouvir mais e que Atléticas que têm mais sucesso são as gestões de pessoas que realmente estão próximas do alunos, dos atletas e dos sócios.

E realmente é muito mais fácil criar estratégias em cima do que o público quer do que tirar do além, né?!

 

3- Pontos positivos e negativos

 

Quando falamos sobre os aspetos bons e ruins de fazer parte de uma Atlética, Mikhael fala que a graduação nunca vai ensinar o que se aprende numa gestão de Atlética e isso já é um ponto mais do que positivo.

 

Conta também que atualmente os meios de comunicação e divulgação estão muito mais acessíveis e isso facilita muito o trabalho da Diretoria, proporcionando uma melhor experiência para todos, mas em contrapartida, a atenção das pessoas está cada vez mais difusa com o excesso de informação, então é preciso fazer um bom planejamento para atingir o público certo, no lugar certo.

 

É importante fazer um trabalho bem feito e sempre pensar na sucessão da gestão, deixar tudo em ordem para quem vier depois ser ainda melhor!

 

Mas vale lembrar que fazer parte da gestão de uma Atlética sempre será desafiador e para alguns, isso pode ser visto de forma negativa.

 

4- Habilidades adquiridas 

 

Mikhael diz que as principais habilidades adquiridas na gestão da Atlética foi aprender a ser líder, liderar e principalmente lidar com pessoas diferentes, de lugares e costumes diferentes e saber escutar em primeiro lugar. Ressalta que até hoje utiliza muita essas habilidades na Usina Universitária.

 

Além de aprender a liderar, outro ganho foi desenvolver uma boa comunicação. É impossível ser um bom líder sem saber se comunicar e se expressar bem.

 

Contudo, não só as habilidades conquistadas são importantes, mas também a possibilidade de network, inclusive Mikhael conheceu seus sócios através dessa vivência de Atlética, além de contatos de patrocinadores, apoiadores e grandes amigos.

 

Outra técnica obtida é a gestão/organização de tempo para lidar com faculdade/estágio/atlética tudo ao mesmo tempo! A gente sabe que não é fácil, mas é uma prévia da vida adulta! haha

 

A dica de Mikhael para conciliar todo esse caos é pensar o que porquê você entrou na Atlética.

 
Por que você gosta de esporte?

Por que precisa de horas para formar?


Você precisa entender seu propósito para usar como motivação e contribuir de forma positiva na gestão e também deixar o seu legado!

 

E muito mais do que pensar no objetivo da Atlética e pensar em o que fazer para conseguir alcançar esse propósito, traçar planos, metas e alinhar com toda a Diretoria, pois conhecer o sonho e a intenção de cada pessoa ali dentro, ajuda a motivá-la e chegar com mais facilidade no objetivo final.

 

5- Benefícios de fazer parte de uma entidade acadêmica

 

Participar de uma entidade acadêmica com certeza vai te fazer uma pessoa melhor, vai te ajudar a se desenvolver, conversar em público, fazer contatos, elaborar apresentações, propostas, conversar com pessoas de uma hierarquia maior.

 

A entidade acadêmia te aquece para a realidade no mercado de trabalho, que muitas vezes já é difícil para quem teve essa experiência, mas com certeza é muito pior para quem chega cru de tudo.

 

“É nas dificuldades que a gente cresce”.

 

Mikhael cita que conhece muitos amigos/pessoas que se destacaram no mercado de trabalho pelo fato de ter feito parte de uma entidade acadêmica.

 

Vale reforçar que Atlética NÃO É SÓ FESTA!

 

Entender onde sua Atlética quer chegar e fazer isso acontecer, com certeza te trará experiências e aprendizados inesquecíveis!

5 – Conselho do Mestre

 

Para finalizar Mikhael diz que é essencial tentar ver as situações com otimismo e apesar das dificuldades é preciso se apegar que esse momento vai passar e a Atlética vai continuar. 

 

Agora é aproveitar esse tempo parado para ver o que dá pra regularizar da Atlética como parte jurídica, por exemplo. Analisar o que está atrasado, o que dá para fazer de venda online, procurar alunos e ex alunos para vender e deixar a AA preparada para quando as coisas voltaram ao normal, ou seja, pensar lá na frente e otimismo SEMPRE.

 

Ótimo papo e dicas com o Mikhael né, galera?! E para finalizarmos com chave de ouro, vamos disponibilizar uma planilha que vai ajudar você a entender os propósitos da sua Atlética e de cada membro!